11 março 2011

Não tinha nada a perder, bem ou mal, está feito. Não me arrependo.
É diferente agora? Já não me importo, os rumos afastam-se cada vez mais, e se não aprender a lidar com isso agora, vou aprender quando? É bom saber que saiu disto, sabendo que pelo menos tentei.
Eu sabia que não ias voltar, eu própria não queria que voltasses! É estranho, mas os valores que decidi colocar no nosso 'começo', não iam ser quebrados agora, apenas por eu ter reagido de maneira diferente a tudo.
Já não espero respostas certas e concretas, espero compreensão, apenas isso. Foi difícil, mas também ninguém disse que ia ser fácil; a coragem estava lá, e bastou isso no momento.
Tornei difícil aquilo que era fácil, tornei complexo aquilo que era básico. Mas que piada tinha se fosse tudo dado?



(sinto-me um pouco melhor que o normal)

9 comentários:

  1. as coisas dificeis dão outro sabor à vida !

    ResponderEliminar
  2. Adorei *-*
    as dificuldades existem sempre, e quando não existem é porque alguma coisa não está correcta.

    ResponderEliminar
  3. Nenhuma... era muito aborrecido!

    Ah! E tem uma excelente semana :D

    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  4. obrigada Inês :')
    às vezes é complicado continuar com uma amizade quando verdades são escondidas e nada nunca é dito. vale sempre a pena lutar, mas às vezes é uma luta em vao, e que só nos vai fazer sofrer ainda mais.
    bjnh «3

    ResponderEliminar

'o que custa não são as opiniões negativas, o que custa é ninguém dizer nada'