25 julho 2010

outro rascunho?!

Já não sentia esta necessidade de escrever para ti há muito tempo. Sei que nunca te mandei nenhum dos meus rascunhos, mas um dia, encho-me de coragem e mando-te um.
Sinto saudades de tudo de bom que passámos, sinto, talvez até, vontade de repetir tudo.
Cada beijo, cada abraço, cada momento, tudo tinha um valor, um valor grande, que até à bem pouco tempo eu dava o número máximo.
Prometi a mim mesma, que não iria pedir mais nada, mas quantas vezes mais vezes estávamos juntos, mais probabilidades tinha de não te resistir e de não te deixar ir.
Agora que me sinto perdida e sozinha, escuso de pedir para ficares comigo, quando, no entanto, sei que não poderás cumprir. Escuso de esperar por uma mensagem tua, porque tu não te preocupas mais comigo.
Pus na cabeça, que te iria enviar algo nos próximos dias, e agora, todas as palavras fogem de mim.
Estou sem imaginação, e vou deixar que as palavras surjam, e não estar a agora a puxar por elas, antes que estas, tenham intenção de te magoar.

1 comentário:

  1. obrigada , princesa ;$
    É bom saber que ainda há alguém que se preocupa <3

    ResponderEliminar

'o que custa não são as opiniões negativas, o que custa é ninguém dizer nada'