27 junho 2010

refúgio

Um dia, alguém entrou na minha vida, com um objectivo que nem ele sabe ao certo.
Houve dias que não estava bem, e foi em ti que me refugiei, foste tu que me ajudaste em tudo. Não estava certa do que poderia estar a fazer, mas depositei toda a minha confiança no que tu poderias mudar. Dizias-me tudo o que eu precisava de ouvir naqueles momentos mais difíceis, sem quereres que eu sofresse, mudavas de assunto, e nos instantes seguintes, o meu pensamento já não se concentrava no meu problema. Eras tu que me fazias feliz, eras tu que me fazias sorrir verdadeiramente quando ninguém o sabia fazer, as palavras certas à hora certa eram ditas por ti. Eras o meu refúgio, onde podia esconder-me sem medo de te contar qualquer coisa que fosse.
Foram essas conversas que fizeram com que a tua importância aumentasse na minha vida, de dia para dia. Quando eu achava que estava tudo perfeito, roubaram de mim a chave do meu tesouro, alguém que quis ficar contigo, e tu cedes-te, deixando-me sozinha, desprotegida de tudo e de todos.

1 comentário:

  1. Obrigado por seguires, gostei muito, vou seguir também :) beijinho

    ResponderEliminar

'o que custa não são as opiniões negativas, o que custa é ninguém dizer nada'